Rodrigues& Aguiart

FLÁVIO DINO MAIS PERDIDO QUE CEGO EM TIROTEIO: RECUA E VETA PRESENÇA DE TORCIDA NO CASTELÃO PARA A FINAL DO MARANHENSE

Por Valdivan Alves em 15/05/2021 às 19:46:03
Fotomontagem reprodução

Fotomontagem reprodução

Flávio Dino governador do maranhão como sempre, está perdido mais do que cego em tiroteio, tomando decisões precipadas, libera e recua ao mesmo tempo que toma uma decisão sem pensar nas consequencias, em plena pademia mais com a cabeça em 2022, tenta agradar os desportistas maranhenses decidindo liberar torcida no fina do campionato maranhense, mas como não houve um respaldo esperado, recuou e decidiu proibir a presença da torcida no Estádio Castelão para a final do campeonato estadual, marcada para este domingo, dia 16. Com isso, a partida entre Sampaio Corrêa e Moto Club não terá público, contrariando a determinação inicial de presença de seis mil torcedores já vacinados contra a covid-19 ou com teste negativo para o novo coronavírus com menos de 48 horas. A final do Campeonato do Maranhão, portanto, será sem torcida.

A decisão foi tomada em reunião com representantes das Secretarias de Esportes e Lazer (Sedel), Saúde (SES), Segurança Pública (SSP), Governo (Segov), Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), Vigilância Sanitária Estadual; e representantes dos clubes Sampaio Corrêa, Moto Clube e da Federação Maranhense de Futebol (FMF).

De acordo com a versão oficial, a restrição de público foi adotada em função da transmissão da final pela TV Mirante, em canal aberto, às 10h deste domingo. "As autoridades sanitárias estaduais já haviam elaborado todo o protocolo para a realização do evento-teste que aconteceria no domingo. Já havíamos tido reuniões com a PM, Corpo de Bombeiros e outros órgãos que participariam do evento. Surgiu essa possibilidade ímpar, que foi a da transmissão ao vivo da partida pela TV Mirante, afiliada da Rede Globo, para todo o Maranhão. Diante dessa oportunidade seria mais interessante optarmos pela transmissão, já que alcançará um universo muito maior de torcedores", afirmou o secretário de Esporte e Lazer, Rogério Cafeteira, o mesmo que tinha defendido um dia antes a abertura dos portões.

Mas não foi bem aceita pelos os desportistas, a abertura do estádio para o público foi logo recebida com bastante críticas em função do momento da pandemia no Estado do Maranhão.Pois os indicadores ainda preocupam as autoridades sanitárias. Apenas 15% da população do Estado foi vacinada. De acordo com os epidemiologistas, a presença de público poderia gerar aglomerações, o que poderia ocorrer o aumento de casos de covid-19.

Comunicar erro
VP

Comentários

GUIA COMERCIAL