A solicitação levou em consideração os dados emitidos nos boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria de Saúde do Maranhão, nos dias 18 de janeiro até o dia 31.

No mesmo documento foi feito um segundo pedido, a proibição de festas, com qualquer número de pessoas, e reprodução de música em bares e restaurante. Solicitação que foi acatada na quinta-feira (11).