Rodrigues& Aguiart

Suspeito de executar três homens dentro de carro no Maranhão com mais de 10 tiros é preso no Piauí

Segundo o delegado Saul Laurentino, titular da delegacia de Vargem Grande, as vítimas foram mortas por engano e não tinham passagens pela polícia.

Por Valdivan Alves em 04/02/2022 às 10:54:52
Suspeito de participação em triplo homicídio é preso em Teresina - Foto: Lívia Ferreira/g1 PI

Suspeito de participação em triplo homicídio é preso em Teresina - Foto: Lívia Ferreira/g1 PI

Um homem de 26 anos, que não teve a identidade revelada, foi preso na tarde desta quinta-feira (3) no Centro de Teresina. De acordo com a polícia, ele é suspeito de participação em um triplo homicídio na cidade de Vargem Grande, no Maranhão, em dezembro do ano passado.

O triplo homicídio ocorreu na BR-222, no Povoado Leite, entre os municípios de Vargem Grande e Itapecuru-Mirim. Três pessoas foram brutalmente assassinadas, executadas dentro de um veículo.

Segundo o delegado Saul Laurentino, titular da delegacia de Vargem Grande, as vítimas foram mortas por engano e não tinham passagens pela polícia. Elas eram de famílias diferentes e estavam a caminho de Chapadinha, quando o carro em que estavam foi alvejado com mais de 10 tiros.

"O alvo dos criminosos era uma família de ciganos, rival do grupo deles, que também são ciganos. Eles confundiram o carro das vítimas e mataram as pessoas erradas", destacou.

A Polícia Civil do Maranhão iniciou a investigação para descobrir a autoria do crime. Três mandados de prisão preventiva foram expedidos pela Justiça e a Inteligência da Polícia localizou dois dos investigados no estado do Piauí.

"Dois dos investigados estavam escondidos em uma casa alugada em Teresina e pretendiam fugir para o estado de Pernambuco. Somente um deles foi encontrado no local com uma arma de fogo e chegou a apresentar documento falso para a polícia", contou.

O suspeito preso foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina para procedimentos cabíveis. Ele ficará à disposição da justiça do Maranhão.


Comunicar erro
VP

Comentários

GUIA COMERCIAL