Rodrigues& Aguiart

No interior do Maranhão uma jovem é resgatada após mais de três meses de sequestro

Vítima relatou que foi submetida a tortura física e psicológica, entre outros crimes

Por Valdivan Alves em 17/02/2022 às 08:00:45
Polícia resgatou a jovem que estava sequestrada há mais de 3 meses (Foto: Reprodução)

Polícia resgatou a jovem que estava sequestrada há mais de 3 meses (Foto: Reprodução)

Uma jovem de 22 anos que estava sequestrada há 3 meses e 16 dias foi resgatada nessa quarta-feira, 16, após operação realizada pela Polícia Civil de Carutapera – distante 345 km de São Luís.

Diversas diligências foram realizadas, até ser descoberto o cativeiro de Rosy Lenne Baldez Peixinho, moradora de Carutapera. Ela foi sequestrada na madrugada do dia 1° de novembro de 2021.

A operação contou com apoio da Polícia Militar e a Força Tática, que descobriram o paradeiro do suspeito, após abrigos improvisados serem encontrados.

Uma campana foi montada desde a madrugada dessa quarta, e testemunhas ajudaram no deslocamento por dentro da mata. De acordo com a polícia, além a jovem como refém, o sequestrador fez ameaças aos moradores da região,

A policia se deslocou por cerca de 7 km dentro da zona da mata fechada, na região do povoado conhecido como Quatro Bocas, no municipio de Junco do Maranhão, onde encontraram o suspeito com vítima em um acampamento improvisado.

Ao notar a presença da equipe policial, o indivíduo abriu fogo, então teve início um tiroteio, e ele acabou baleado. O suspeito foi encaminhado para receber os primeiros socorros em Boa Vista do Gurupi. Depois, precisou ser transferido para um hospital em Governador Nunes Freire, onde se encontra à disposição da Justiça.

A vítima, de acordo com o delegado Carlos Magno, estava muito abalada, e informou que era submetida a tortura física e psicológica, entre outros crimes.

Após passar mais de 100 dias em cativeiro, a jovem reencontrou a família.

Fonte: JP

Comunicar erro
VP

Comentários

GUIA COMERCIAL